Portal de Esportes

Sabado, 02 de Marco de 2024

ATIVE o sininho 🔔 Ao vivo

Colunas/ESPORTE AMADOR - ALEXANDRE !

A ADA – Associação Desportiva Araraquara: o futebol e o resgate histórico!

Professor Alexandre José Pieirini - Uniara!

A ADA – Associação Desportiva Araraquara: o futebol e o resgate histórico!
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando
 
A ADA – Associação Desportiva Araraquara foi fruto da fusão entre o São Paulo e o Paulista Futebol Clube no ano de 1952, teve como patrono Pereira Lima que se opunha ao grupo do então governador Ademar de Barros que “entre aspas” defendia as cores da Associação Ferroviária de Esportes e que havia sido responsável pela construção do Estádio da Fonte Luminosa.
 
Para não usar as cores preto e vermelho que assemelhavam às do São Paulo e do Paulista, usaram as cores da cidade, o azul e o branco e Pereira Lima foi o responsável pela montagem do elenco. O primeiro treinador da ADA foi José de Andrade e a equipe disputou a divisão de acesso. Pereira Lima foi buscar pelo país reforços para a equipe, trouxe jogadores do Fluminense do Rio de Janeiro, da Portuguesa de Desportos, do Comercial de São Paulo entre outros.
 
Os primeiros treinos da equipe foram feitos no antigo Estádio Municipal “Tenente Siqueira Campos” e tinham como frequentadores os torcedores dos extintos, São Paulo e do Paulista. O primeiro jogo da ADA aconteceu em 06 de abril de 1952 contra o Noroeste de Bauru e a ADA aplicou uma goleada por 5 x 0, nascia nesse jogo a rivalidade com a Ferroviária – a FERRO-ADA.
 
O primeiro jogo entre a Ferroviária x ADA aconteceu no dia 10 de agosto de 1952, uma disputa com grande rivalidade e tensão que terminou com a vitória da Ferroviária por 4 x 3 e teve até morte por ataque cardíaco de um torcedor, tal era o clima que revestia a partida. No total foram disputadas 11 partidas entre a ADA e a Ferroviária, entre os anos de 1952 e 1956, a ADA venceu 2 partidas, 2 empates e 7 vitórias da Ferroviária.
 
Após perder as disputas na divisão de acesso em 1953, a ADA paralisou suas atividades, voltando em 1955, num jogo contra o Internacional e em 1956, a Ferroviária conquistou o acesso à divisão especial e a ADA entregou as faixas, simbolizando a paz entre os times.
 
Em 1957, em meio à intensa crise financeira a ADA voltou a disputar a Divisão de Acesso e a campanha foi um fracasso, em 16 jogos, foram apenas 2 vitórias, 5 empates e 9 derrotas, depois do fracasso, o Departamento de Futebol da ADA foi extinto, mas ela continuou disputando o futebol amador de Araraquara até a década de 70.
 
Referência
CIRINO, Luiz Marcelo Inaco. Araraquara futebol e política. São Paulo: SJS, 2008.
FONTE/CRÉDITOS: Professor Alexandre José Pieirini - Uniara
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!